Especiais
 Procure Aqui
 Contacte-nos
 Criar Conta
 Fazer Login
  Carrinho
de Compra
Todos Produtos com Registro na Anvisa.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Tel fixo/Celular (requerido)

CPF /CNPJ (opcional)

Escolha Abaixo(Requerido)

Assunto

Sua mensagem

NQI 100 caps

NQI – Frete Grátis
AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, SP, SE, TO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC Acre Rio Branco Alagoas Maceió Amapá Macapá Amazonas Manaus Bahia Salvador Ceará Fortaleza Distrito Federal Brasília Espírito Santo Vitória Goiás Goiânia Maranhão São Luis Mato Grosso Cuiabá Mato Grosso do Sul Campo Grande Minas Gerais Belo Horizonte Pará Belém Paraíba João Pessoa Paraná Curitiba Pernambuco Recife Piauí Teresina Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Natal Rio Grande do Sul Porto Alegre Rondônia Porto Velho Roraima Boa Vista Santa Catarina Florianópolis São Paulo São Paulo Sergipe Aracajú Tocantins Palmas

Questão de pele: Nutricosméticos são naturais que unem saúde e beleza

Nutricosméticos unem saúde e beleza

Nutricosméticos são resultados de um conceito mais moderno na medicina segundo o qual a beleza corporal requer visão do conjunto do organismo.

Eles chegaram aos consultórios, farmácias e lojas especializadas e estão, literalmente, na boca das pessoas. Os nutricosméticos ou nutracêuticos, suplementos orais com a função principal de nutrir o corpo com ativos e concentrados de vitaminas, para tratar ou melhorar a pele, unhas e cabelos, são considerados uma nova classe de produtos da categoria saúde e beleza.

Diferente dos cosmecêuticos, que incorporam ativos farmacêuticos, os nutracêuticos unem nutrição à saúde do corpo e da pele, amplificando a beleza interior por meio de vitaminas, aminoácidos, proteínas e ativos botânicos que oferecem benefícios antioxidantes.

Os nutricosméticos são resultados de um conceito mais moderno na medicina segundo o qual a beleza corporal requer visão do conjunto do organismo. Daí eles terem sido incorporados como aliados estratégicos na busca do embelezamento exterior a partir da garantia de órgãos e tecidos saudáveis. O que significa tratar de “dentro para fora”!

Nessa linha, vários tratamentos e produtos chegaram ao mercado como suplementos que incluem pílulas, líquidos e também lanches elaborados com substâncias como vitaminas, antioxidantes, extratos naturais, como o chá verde, de romã, dentre outros. E as multinacionais oferecem suplementos dietéticos ou “cosméticos orais”. Produtos considerados inovadores por seus benefícios para a beleza, elas são sempre associados aos tratamentos tópicos de alta eficácia.

Os nutricosméticos podem realmente interagir com cremes de uso tópico e combater o envelhecimento por serem ricos em antioxidantes – neutralizadores de toxinas acumuladas no dia a dia, que diminuem os efeitos do estresse. Os cremes de uso tópico proporcionam bons efeitos, principalmente em peles mais envelhecidas e, atualmente, sabe-se que esse estresse é um dos fatores importantes envolvidos no envelhecimento cutâneo. Essas substâncias não oferecem maiores riscos à saúde, principalmente se combinadas a uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes e verduras.

Dezenas de produtos já estão no mercado com ações prometidas de clareamento cutâneo, proteção contra os fatores do estresse ambiental, anti-sinais de envelhecimento, degradação de lipídios, regeneração e rejuvenescimento da pele.

As vitamina C e a vitamina E, a coenzima Q, os carotenóides beta-caroteno e licopeno, os aminoácidos e seus análogos (principalmente L-arginina e S-adenosilmetionina), o ácido lipóico e os flavonóides estão entre os nutracêuticos mais comumente utilizados e discutidos.

Dezenas de produtos já estão disponíveis  com ações prometidas de clareamento cutâneo, proteção contra os fatores do estresse ambiental, anti-sinais de envelhecimento, degradação de lipídios, regeneração e rejuvenescimento da pele, anti-rugas etc. Muitas companhias dos EUA, Europa e Ásia aceleram o desenvolvimento de linhas de produtos que atendam a esse mercado de beleza via oral.

No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) enquadra os produtos nutricosméticos na categoria de alimentos funcionais porque produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos por meio da atuação de um nutriente na manutenção do organismo. Embora a Anvisa não classifique ou registre nenhum produto como nutricosmético e esse nome seja apontado por especialistas na área da beleza como mais uma invenção de marketing, a comunidade científica reforça que o conceito de beleza “de dentro para fora” vem crescendo bastante.

Um cuidados que precisa ser tomado é aquele básico para quem ingere qualquer medicamento: o uso deve ser feito sob orientação médica. Obedecida essa orientação, os novos suplementos podem ser uma boa opção para quem deseja ter uma pele mais jovem. A velocidade com a qual os nutricosméticos se atualizam é impressionante. Há pouco tempo, as pílulas e cápsulas eram uma revolução, como o  licopeno, a geléia real, as vitaminas C e E, colágeno hidrolisado e soja.

O uso de antioxidantes orais diminui os efeitos nocivos da radiação ultravioleta na pele, diminuindo o envelhecimento precoce. Os mais comuns são a vitamina C e a ubiquinona ou Coenzima Q10, potente antioxidante que é produzido em nosso corpo até os 20 anos e que depois começa a reduzir gradativamente, e o chá verde.

Independente da opção de tratamento para garantir o rejuvenescimento e a beleza corporal – uso tópico, oral -, uma regra antiga continua valendo: evitar ações que produzem radicais livres como a exposição solar, o tabagismo, além, claro, de ter uma alimentação balanceada, é a palavra de ordem para manter-se saudável e, assim, retardar os efeitos do envelhecimento.

Leave a Reply